terça-feira, 26 de abril de 2011

O Dez de Turim...

283 golos…são muitos golos!!! No fim-de-semana passado, com os dois golos obtidos pelo seu clube de “quase” sempre, Alessandro Del Piero tornou-se no melhor goleador da história do futebol italiano, ultrapassando o mítico Giuseppe Meazza, antigo jogador do Inter.
Del Piero é, neste momento, o símbolo da Juventus, à imagem de outros capitães de equipas italianas como Zanetti  no Inter, Totti na Roma e como foi Maldini no ACMilan. Todos jogadores com uma ligação de muitos anos com os seus clubes (coisa muito rara no futebol português…).
Quando chegou à equipa de Turim, em 1993 proveniente do Pádova,  Del Piero tinha apenas 18 anos e na primeira época não foi titular muitas vezes. Mas a partir da segunda época começou a ser primeira opção e, tirando os períodos em que esteve lesionado e os últimos 2/3 anos, foi sempre indiscutível e muitas vezes capitão de equipa. A camisola número 10 bianconera, utilizada anteriormente por Michel Platini e Roberto Baggio, estava destinada a ser dele. 
E que tipo de futebolista é Del Piero? Eu sou suspeito para falar deste avançado italiano, pois é um dos meus favoritos. Jogador tecnicista, capaz de pequenas maravilhas com a bola, marcador de golos (muitos golos…), exímio na execução de bolas paradas, é um daqueles que não tem posição definida, não é um clássico nº10, não é ponta-de-lança, não é extremo, é uma médio/avançado de (muita) classe…..
Em Turim venceu 5 títulos de Campeão Italiano (mais 2 que foram retirados à Juventus devido ao escândalo de corrupção), 1 Taça de Itália, 4 Supertaças Italianas e, imagine-se, um título da 2ª divisão italiana em 2006/2007. Nessa temporada, devido ao escândalo atrás referido, a Juventus disputou o segundo escalão e Del Piero, ao contrário de outros (Cannavaro, Thuram, Ibrahimovic….) manteve-se fiel ao clube acompanhando-o nessa travessia.
A nível externo o auge aconteceu em 1996, com a vitória na Liga dos Campeões sobre o Ajax. Viria a estar na final mais três vezes (1997, 1998 e 2003) sem o mesmo sucesso. Ganhou a Supertaça Europeia e a Taça Intercontinental também em 1996. Com a Selecção Italiana alcançou o título mundial em 2006.
Del Piero tem momentos fantásticos na sua carreira mas há um que ficou, com toda a certeza, marcado na memória de muitos. 5 de Novembro de 2008, Estádio Santiago Bernabéu em Madrid, o Real a receber a Juventus para a Liga dos Campeões. O resultado final foi de dois a zero para os italianos com os tentos a serem apontados por este jogador de que vos falo. E na altura da sua substituição, o que acontece??? Todo o estádio de pé a aplaudi-lo!!! Ser aplaudido em pleno Bernabéu, pelos adeptos do Real, depois de ter resolvido um jogo a favor do adversário não é para todos…..
video

Deixo-vos um vídeo do momento em Madrid e outro com alguns pormenores daquele que é um dos meus avançados predilectos
video

Partilhem aqui as vossas opiniões e recordações do “eterno” capitão da Juve.
Saudações Desportivas

Sem comentários:

Enviar um comentário